Perguntas Frequentes

Está pensando em adotar um cachorro? A gente está aqui para esclarecer dúvidas, orientar você no processo e ainda mostrar porque ele vai trazer o seu melhor, com informações reunidas pelo equipe do Programa PEDIGREE® Adotar É Tudo de Bom e a nossa parceira Ampara Animal

Adote

Adoção


Está pensando em adotar um cachorro? A gente está aqui para esclarecer dúvidas, orientar você no processo e ainda mostrar porque um cãozinho vai trazer o seu melhor, com informações reunidas pela equipe do Programa PEDIGREE® Adotar É Tudo de Bom e a nossa parceira Ampara Animal:

Por que adotar?

As razões são inúmeras e cativantes, mas as principais são:

  • Todo cão merece um lar feliz e hoje, existem mais de 20 milhões abandonados pelo Brasil.
  • Quando adotados eles retribuem o cuidado da família com lealdade e amor incondicional.
  • Com isso, todo cão desperta o nosso melhor, valorizando o amor e as pequenas alegrias do dia a dia. Por isso são grandes companheiros, contribuindo para o desenvolvimento de crianças assim como para a saúde de adultos e idosos.
  • Adotar é uma alegria e uma responsabilidade para durar por toda a vida do seu cãozinho. Se a expectativa de vida deles é de 12 anos, conte com esses 4.380 dias de amizade, carinho e dedicação mútuos.

Eu nunca tive um cachorro em casa. O que eu preciso saber?

No momento da adoção a gente se torna responsável pelo bem estar do cãozinho. E quando acolhido com amor e respeito, ele começa a ficar bem, tanto física quanto psicologicamente, retribuindo cada cuidado com lealdade, amor e respeito incondicionais.
Lembre-se sempre que cães são seres vivos com sensações e sentimentos como tristeza, felicidade, dor, fome ou frio. Como um bom amigo leal possuem afinidades, vontade própria e necessitam de cuidado, carinho e atenção, desde a infância até ficarem idosos (muitos vivem por aproximadamente 15 anos).
Eles são instintivos, inteligentes e criam incríveis relações de afeto e carinho mútuo quando respeitamos e compreendemos a sua natureza.

O que é necessário para adotar?

Ser maior de idade, apresentar RG, CPF e comprovante de residência, além de estar disposto a cuidar dele com carinho e dedicação. É comum algumas ONGs cobrarem uma taxa simbólica de adoção para ajudar no trabalho de resgate e cuidados dos cães.

Como se preparar para a adoção?

  1. Preveja o espaço para o seu novo melhor amigo circular, dormir, brincar e fazer as necessidades. É importante que haja um local para ele ficar protegido das chuvas, sol e vento).
  2. Providencie um pote para ele se alimentar e outro para que ele tenha água disponível. E uma caminha ou casinha para dormir.
  3. Além disso, escolha um veterinário para cuidar da saúde, ministrar as vacinas e eventuais medicamentos, que seu cão precise.
  4. No momento da adoção, questione se o cão já está castrado, vacinado e vermifugado.
  5. É importante também que ela seja um consenso entre todos os familiares que irão conviver com novo membro da família. Quanto mais gente dividir os cuidados diários, mais saudável e tranquilo o cão fica e mais alegria espalha para toda a família.
  6. Caso você more em imóvel alugado ou condomínio, verifique se animais são permitidos no espaço.
  7. Considere também que o animal vai necessitar de um período de adaptação no novo lar e isso demanada carinho e paciência. Ele provavelmente fará as necessidades fisiológicas fora do lugar, roerá alguns móveis, e bagunçará o ambiente até compreender suas regras.

De quais cuidados básicos o cãozinho vai precisar diariamente?

  • Água à vontade
  • Ração oferecida duas vezes ao dia
  • Carinho, atenção e companhia, evitando sempre não deixá-los sozinhos por longos períodos.
  • Passeio (lembre-se de recolher as necessidades dele durante o caminho).
  • Educação com limites impostos por você, orientada pelo veterinário. Assim ele fica mais feliz e saudável, construindo um vínculo forte com você. Se necessário, conte com a ajuda de um adestrador para isso.

Quer saber como cuidar dele no dia a dia? Clique aqui

Cuide bem do seu cãozinho

Cuide bem do seu cãozinho


Está pensando em adotar um cachorro? A gente está aqui para esclarecer dúvidas, orientar você no processo e ainda mostrar porque um cãozinho vai trazer o seu melhor, com informações reunidas pela equipe do Programa PEDIGREE® Adotar É Tudo de Bom e a nossa parceira Ampara Animal:

Vocês tem algumas dicas para ser um bom dono de cachorro?

Seguem as primeiras dicas de Guarda responsável para você se programar:

  1. Forneça comida em quantidade suficiente e água fresca todos os dias;
  2. Mantenha o seu animal em local com tamanho adequado e sempre limpo;
  3. Cães precisam de afeto, carinho e atenção; Brinque e dedique tempo ao seu;
  4. Leve o seu amigão para passear, usando guia, coleira, plaquinha de identificação e lembre-se de recolher as fezes dele;
  5. Leve seu cão ao veterinário frequentemente para ser vacinado contra a raiva e demais doenças, bem como para receber o tratamento adequado de eventual doença que seja portador.
  6. Dê banho periodicamente.
  7. Faça o controle de vermes e parasitas externos, tais como ácaros, carrapato, pulga, fungos, etc.
  8. Castrar evita crias indesejáveis. As fêmeas tem em média cinco filhotes por gestação, mas algumas raças podem chegar a 12 filhotes. A forma mais segura de evitar a procriação indesejada é a castração de machos e fêmeas.

Vale lembrar que abandonar animais configura crime previsto no art. 32 da Lei de Crimes Ambientais.

Que cuidados eu devo ter ao passear com meu cão?

Passear é essencial para o bem estar de qualquer cãozinho. Então veja estas dicas e prepare-se para um bom passeio diário para cuidar da saúde dele (e da sua de lambuja \o/):

  1. Antes de começar a passear, certifique-se de que seu cão já esteja vacinado, vermifugado e protegido contra pulgas e carrapatos.
  2. Sempre leve seu camaradinha com coleira segura, guia e plaquinha de identificação.
  3. Antes de sair de casa, incentive seu cão a beber um pouco de água. Muita água de uma vez pode desencadear torção gástrica, principalmente nos de grande porte, ok?
  4. Prefira passeios logo pela manhã ou no final da tarde/início da noite. O asfalto muito quente pode elevar a temperatura corpórea ou queimar a pata do seu melhor amigo. Além disso, preste atenção pois raças que têm focinhos encurtados como buldogues e pugs podem ter dificuldade respiratória.
  5. Interrompa a caminhada toda vez que o cão demonstrar cansaço. Deixe-o descansar, ofereça água e termine o passeio antes que ele fique estafado, ok?
  6. Cuidados especiais com cães idosos e sedentários: o recomendado para eles são passeios mais curtos e em ritmo mais lento para que não se sintam cansados demais.

Que outros cuidados eu devo tomar para o bem estar do meu cãozinho?

  • Garantir que ele tenha espaço para circular livre e não fique preso em correntes ou lugares muito pequenos.
  • Planejar as férias com ele, levando-o numa eventual viagem ou deixá-lo sob os cuidados de um parente, amigo ou ainda hotéis para este fim. Consulte o veterinário sobre a melhor forma de fazê-lo.
  • Converse com o veterinário e programe os custos/despesas para a saúde do seu amigão: ração, vacinas, remédios, castração, etc.
  • Informe-se com seu veterinário e programe a castração. Ela é um ato de amor que contribui para o controle populacional dos animais e para qualidade de vida dele. Saiba mais aqui.
Castração

Castração


Está pensando em adotar um cachorro? A gente está aqui para esclarecer dúvidas, orientar você no processo e ainda mostrar porque um cãozinho vai trazer o seu melhor, com informações reunidas pela equipe do Programa PEDIGREE® Adotar É Tudo de Bom e a nossa parceira Ampara Animal:

Por que devo castrar meu cão?

A castração evita acasalamentos indesejáveis (especialmente quando se tem um casal de animais de estimação) e contribui diretamente para o controle populacional, evitando o aumento do número de cãezinhos abandonados na rua.


Além disso traz um série de benefícios:

Para os machos, a castração ajuda a evitar tumores testiculares, diminui a marcação de território (fazer xixi em vários lugares), evita que fiquem agarrando as pernas ou braços das visitas e fujam pra perseguir fêmeas no cio. Os cães ficam menos agitados e agressivos.


Para as fêmeas, a castração ajuda a evitar câncer em glândulas mamárias na fase adulta, piometra (grave infecção uterina), cios, além de episódios frequentes de "gravidez psicológica" e suas consequências, como infecção das tetas.


Eu nunca tive um cachorro em casa. O que eu preciso saber?

No momento da adoção a gente se torna responsável pelo bem estar do cãozinho. E quando acolhido com amor e respeito, ele começa a ficar bem, tanto física quanto psicologicamente, retribuindo cada cuidado com lealdade, amor e respeito incondicionais.
Lembre-se sempre que cães são seres vivos com sensações e sentimentos como tristeza, felicidade, dor, fome ou frio. Como um bom amigo leal possuem afinidades, vontade própria e necessitam de cuidado, carinho e atenção da infância, desde a infância até ficarem idosos (muitos vivem por aproximadamente 15 anos).
Eles são instintivos, inteligentes e criam incríveis relações de afeto e carinho mútuo quando respeitamos e compreendemos a sua natureza.

Onde posso realizar a castração gratuita do meu cão?

Existem alguns locais. Nos endereços abaixo, basta você levar seu cão e apresentar a seguinte documentação: comprovante de endereço, CPF e RG.

No município de São Paulo existem alguns mutirões que são organizados periodicamente pelo Centro de Zoonoses. Além disso, é possível realizar a castração gratuita em alguns endereços. Clique aqui e saiba mais:

http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/subprefeituras/penha/noticias/?p=57453

Como se preparar para a adoção?

SÃO PAULO
CENTRO DE CONTROLE DE ZOONOSES - CCZ Rua Santa Eulália, 86, Carandirú
Fones: 3397-8955 e 3397-8956 - Das 08:00 às 18:00 hrs - de segunda a sábado. E-mail: zoonoses@prefeitura.sp.gov.br


SUVIS ERMELINO MATARAZZO Av. São Miguel, 5977
Fones: 2042-9700, ramal 216 - Das 9 às 15 horas, de segunda a sexta-feira.


SUVIS SÃO MATEUS Av. Ragueb Chohfi, 1400
Fone: 3397-1165 Das 9 às 16 horas, de segunda a sexta-feira . Distribuição de senhas até as 14 horas


SUVIS PARELHEIROS Rua Sadamo Inoe, 5252 Fone: 5926-6500, ramal 6547. Das 10 às 15 horas, de segunda a sexta-feira


JANDIRA CCZ - Centro de Controle de Zoonoses Tel. (011) 4619 - 9434 - Rua João Balhestero s/nº - Parque J.M.C. Anestesia: intravenosa. Serviço terceirizado - Veterinário responsável: Dr. Ricardo Almeida de Souza Campanha permanente
Fazer inscrição no começo do mês - realizam apenas 100 castrações por mês agendadas para a população local e carente.

Ajude cãezinhos abandonados

Ajude cãezinhos abandonados


Está pensando em adotar um cachorro? A gente está aqui para esclarecer dúvidas, orientar você no processo e ainda mostrar porque um cãozinho vai trazer o seu melhor, com informações reunidas pela equipe do Programa PEDIGREE® Adotar É Tudo de Bom e a nossa parceira Ampara Animal:

Encontrei um cão abandonado. O que faço?

Você tem duas opções: adotar este amigão (o que a gente recomenda muito \o/\o/\o/) ou procurar um lar para ele.


Se escolheu adotar (de novo: \o/\o/\o/), leve-o ao veterinário, vermifugue, vacine, castre, releia todas as nossas dicas, informe-se a respeito dos cuidados necessários para cuidar dele e prepare-se para uma quantidade enorme e diária de amor. Parabéns! <3


Se decidiu ajudar o cãozinho abandonado a encontrar um lar, a gente também fica feliz ;) e tem algumas dicas:

  1. Procure amigos, parentes ou conhecidos que se sensibilizem com a situação e estejam dispostos a adotá-lo ou ajudar com recursos financeiros, lar provisório até a adoção, transporte, etc.

  2. Leve o camaradinha para ser examinado pelo médico veterinário. Após os cuidados médicos, ele deverá ser vacinado e vermifugado e posteriormente castrado.

  3. Se ele precisar de um hospital, procure junto a prefeitura da sua cidade quais realizam atendimento gratuito. Se você estiver na cidade de São Paulo, clique aqui e veja onde conseguir atendimento veterinário gratuito para o seu cão: http://anclivepa-sp.com.br/hospital/

  4. Cadastre o cãozinho no App AdoCão. Centenas de pessoas clicam por lá diariamente a procura de um melhor amigo peludo. Preencha os seus dados e os do cãozinho abandonado aqui e aguarde pela mensagem dos interessados em amá-lo para sempre: Clique aqui

  5. Converse bastante com os interessados em adotar o cãozinho. Verifique se eles têm espaço, condições e disponibilidade para cuidar dele a vida toda.

Como um cãozinho deve ser tratado?

Assim como qualquer ser vivo, cãezinhos devem ser tratados, com respeito, cuidado e carinho. Eles tem sentimentos, necessidades e são capazes de nos transformar em seres melhores, mais conectados ao meio ambiente, outros animais e pessoas, compreendendo melhor suas diferentes naturezas e valorizando a parceria e a lealdade.


Por isso devemos respeitar os animais, que se tornam grandes companheiros de jornada pela vida e que têm o mesmo direito que nós de habitar o planeta dignamente.

O que são maus tratos a animais?

De acordo com Decreto n. 24645/1934, que estabelece medidas de proteção aos animais, consideram-se maus tratos:


Art. 3º

  1. Praticar ato de abuso ou crueldade em qualquer animal
  2. Manter animais em lugares anti-higiênicos ou que lhes impeçam a respiração, o movimento ou o descanso, ou os privem de ar ou luz.

O que devo fazer se descobrir que um cãozinho recebe maus tratos?

Quando identificar maus tratos a animais, você, ou qualquer pessoa, pode fazer uma denúncia.


Art. 3º

  1. Procure uma ONG séria de proteção animal ou o CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) da sua cidade para orientação;
  2. Reúna elementos que atestem o fato, como fotos, atestados do veterinário ou testemunhas;
  3. Dirija-se a delegacia mais próxima para lavrar um Boletim de Ocorrência (BO) ou procure o Ministério Público para noticiar o o crime de maus tratos que presenciou

Algumas cidades, como a de São Paulo já contam com uma delegacia especializada, o Grupo Especial de Investigações sobre Infrações contra o Meio Ambiente. A sua denúncia também pode ser realizada aqui: www.seguranca.sp.gov.br.