cuidando de cães convalescentes

Se seu cão esteve doente ou passou por uma cirurgia, você terá de cuidar dele com atenção especial. Este artigo é um guia com tudo o que você precisa saber para ajudar na dieta e medicamentos necessários para a melhora de seu animal de estimação.

Enquanto seu cão está em recuperação de uma doença ou cirurgia, ele necessitará de carinhos e atenção especiais. Pode ser que precise dar remédios, ficar de olho em uma cicatriz ou trocar curativos. Nutrição e alimentação também são muito importantes. Seu animal de estimação pode precisar de alimentos especiais e pode ser que você tenha de incentivá-lo a comer. Mas a atenção extra que você está dando a ele ajudará na recuperação.

Nesta seção analisaremos as necessidades especiais de seu cão durante a recuperação e o que você pode fazer para que sua recuperação seja mais confortável e rápida.

- Seu cão precisa dormir, descansar e de paz
Enquanto está se recuperando, seu cão pode se sentir fraco e se cansar facilmente. Provavelmente passará mais tempo descansando ou dormindo. No entanto, não se preocupe, esta é uma reação natural à doenças ou cirurgia. Quer dizer que seu cão está conservando energia enquanto os tecidos se recuperam e seu corpo volta ao normal.

- Dietas especiais para seu cão
Boa nutrição é muito importante para um cão doente, ferido, que passou por uma cirurgia ou que não come há alguns dias. Se não comer direito nesta época, pode ser que suas feridas não cicatrizem rápido, ficando mais provável que infeccione. Fornecer a quantia correta de nutrientes de alta qualidade também previne com que o corpo do animal use os próprios tecidos como fonte de energia. Todos os cães precisam de uma dieta balanceada. Além do mais, quando um cão está se recuperando, ele necessita de todos os nutrientes essenciais, gorduras, minerais, vitaminas - nas proporções corretas. Já que a quantidade de nutrientes de que ele precisa pode variar, sua dieta normal pode não providenciar o equilí­brio correto.

- Nutrientes essenciais para que seu cão volte à boa saúde
* Proteí­nas - são os principais blocos no processo de construção e reparo de tecidos e são importantes para manter o sistema imunológico de seu cão lutando contra infecção. Normalmente um cão em recuperação necessita de maiores ní­veis de proteí­na do que cães normais e saudáveis.
* Gorduras e carboidratos - são excelentes fontes de energia. Cães precisam de mais energia do que normal para que tecidos afetados por doença, ferimento ou cirurgia possam melhorar rapidamente. É por isso que a dieta ideal para um cão em recuperação deve conter maiores níveis de nutrientes fornecedores de energia. Aumentar ní­veis de gordura na alimentação de seu cão providencia uma alimentação mais "concentrada" . Então o seu cão precisa comer porções menores e receber mais energia para o conserto. Isso funciona bem com cães com apetite pequeno quando estão se recuperando, já que não precisam comer muito. Gordura também tende a ser saborosa, ajudando a aumentar o apetite dos pacientes.
* Minerais e vitaminas - ajudam a aumentar a velocidade do processo de cura, reduz o tempo de recuperação e recupera estoques corpóreos que foram perdidos. Enquanto está se recuperando, um cão pode ter um apetite reduzido e você pode precisar encorajá-lo a comer. Pode ser que seu veterinário recomende uma dieta especial que cubra todas as necessidades de forma concentrada e seja especialmente tentadora a um animal doente.

- As necessidades médicas de um cão em recuperção
É necessário ficar de olho em um cão enquanto ele está se recuperando. Acaricie e cuide de seu pêlo delicadamente, ficando de olho em mudanças em sua pelagem e pele. Se o animal foi ferido ou passou por uma cirurgia, fique de olho para ver se há vermelhidão ou líquido saindo. Fique atento a qualquer perda ou ganho de peso, calombos ou inchaços, vômito ou diarréia. Avise seu veterinário imediatamente caso perceba algum destes sinais ou outros diferentes.

Pode ser que precise dar remédio ao seu cão enquanto ele está se recuperando de alguma doença ou para prevenir alguma infecção em um ferimento. Caso seu cão tenha sido ferido, pode ser necessário fazer um curativo. Peça ao seu veterinário conselhos sobre como fazer isso.

- Dando remédio para seu cão
Lembre-se sempre de seguir o tratamento receitado por seu veterinário ao pé da letra. Não pare de dar o remédio porque seu cão parece melhor. Isso pode fazer com que ele fique pior ou que tratamentos futuros sejam mais difí­ceis. Se achar que seu cão está reagindo mal a qualquer remédio, fale com o veterinário imediatamente.

Seu veterinário pode ensinar-lhe a dar o remédio. Tente dar pí­lulas da forma mais cuidadosa possí­vel, elogiando o animal quando tiver engolido o remédio. Caso seu cão esteja comendo, pode ser possí­vel dar-lhe remédios em sua comida. Seu veterinário pode explicar como fazer isso.

- Cuidando de curativos
Seu cão pode precisar de ataduras, talas, gesso e outros curativos para recuperar-se de um ferimento ou cirurgia. Pode ser que sejam usados sobre feridas para protegê-las da sujeira ou para evitar com que o cão siga seu instinto de lamber.

Se tiver um cão jovem e energético, ele pode facilmente esquecer de talas e gesso quando estiver brincando com outros cães ou pessoas. Se este é o problema, pode ser que tenha de manter sou cão afastado de outros animais ou evitar que brinque.

Da para garantir que curativos fiquem limpos mantendo seu cão longe de sujeira e água, especialmente poças.

- Quando ligar para o veterinário?
Pode ser que não saiba exatamente quando ligar para o veterinário. Para ajudar a decidir, aqui vai uma lista de sinais que valem a pena ser informados: * Grande aumento de sede e quantia de água bebida.
* Tosse persistente ou respiração abdominal.
* Diarréia ou vômito que dura mais do que 24 horas.
* Perda de apetite por mais de 24 horas.
* Fraqueza ou letargia.
* Inchaço, fedor ou mudança de cor na pele ao redor do curativo.
* Se um curativo sair do lugar, cair ou for roí­do.
* Se seu cão insiste em roer um curativo ou lamber uma ferida.
* Manquidão ou uma mudança na forma em que seu cão anda ou corre.
* Balanço da cabeça persistente, coçar excessivamente ou patadas nas orelhas.
* Raspagem do quadril no chão.

- Alimentação durante a recuperação
Cães convalescentes freqüentemente têm necessidades de dieta especiais e pode ser que você precise empurrar para que comam.

- Como alimentar cães em recuperação
Já que boa nutrição é essencial quando um cão está se recuperando de alguma doença, ferimento ou cirurgia, pode ser que seu veterinário recomende uma dieta especial. Esta dieta incluirá todos os nutrientes e energia que um cão convalescente precisa de forma mais concentrada.

Uma dieta concentrada é importante para um cão com apetite reduzido porque ele pode receber todos os nutrientes de que precisa mesmo se comer menos do que normal. Pode ser que seu veterinário recomende uma dieta líquida como fonte de nutrição completa ou como complemento dietético.

Se seu cão recebeu uma dieta concentrada no hospital, pode ser que o veterinário peça para continuar a dieta enquanto estiver se recuperando em casa.

Seu cão deve sempre ter acesso à água limpa e fresca. Se não pode se mover, pode ser que seja necessário prestar atenção especial para que sempre haja água a mão (ou pata).

- Como incentivar seu cão a comer
Dietas concentradas recomendadas por seu veterinário são especialmente formuladas para fazer com que seu cão coma, mas pode ser que mesmo assim seja necessário algum encorajamento extra. Seguem algumas sugestões sobre como fazer isso:

* Dê ao seu cão pequenas quantias, freqüentemente. Divida a porção diária em muitas refeições frescas.
* Aqueça o alimento para pouco abaixo da temperatura corpórea. Não tente dar a seu cão comida muito quente.
* Deixe o alimento ao lado de seu cão por cerca de 10 a 15 minutos, depois remova se ele não demonstrar interesse. Ele provavelmente irá comer comida fresca se oferecer mais tarde.