Vacinas

Vacinação

Proteja o seu cachorro

Os filhotes são muito vulneráveis a infecções, incluindo cinomoses, hepatites infecciosas, parvovirose e raiva. Enquanto ainda são filhotes, eles recebem uma protecção temporária, através do leite materno. Mas, assim que são desmamados, os filhotes não podem se misturar aos outros cães, até que recebam as segundas doses das vacinas.

As primeiras vacinas do seu cachorro devem ocorrer por volta da 6ª semana e, depois de três a quatro semanas, a segunda dose da vacinação. Quando você levar seu filhote para casa, certifique-se de receber os detalhes das vacinas aplicadas, o que ele já recebeu, quais devem ter reforço e quais ainda faltam.

Procure levar o seu filhote ao veterinário o mais rápido que puder e marque uma nova consulta mais à frente. Os veterinários podem ajudar a esclarecer quaisquer dúvidas sobre a saúde e os cuidados com seu filhote, então não tenha vergonha de levar uma lista de perguntas!


Reforços anuais das vacinas para todos os cães

Para manter seu cão saudável, será perciso aplicar uma dose anual de reforço de cada vacina.


Por que o meu cão precisa de vacinação?

A vacinação vai proteger o seu cão contra doenças, algumas das quais fatais e, que podem facilmente se espalhar para outros cães.

A primeira vacina do seu cachorro será por volta de seis semanas de idade, com uma segunda dose entre a 10ª e 12ª semana. Seu cachorro não estará totalmente protegido até duas semanas após a segunda dose. Depois disso, as vacinações anuais de reforço são necessárias para manter a imunidade do seu animal.

A vacina contra a tosse canina também é recomendada a todos os cães que ficam em canis, ou que vão estar em contato com outros cães, por exemplo, em aulas de adestramento ou exposições.

Parvovirose - a importância da vacinação

Parvovirose é uma doença altamente infecciosa e extremamente perigosa. Ela afeta o intestino, tecidos linfóides e medula óssea dos filhotes e rapidamente provoca perda de apetite, febre, vômitos, diarréia e, em mais de 90% dos casos não tratados, leva à morte.

Parvovirose é apenas uma das razões porque é tão essencial que você vacine seu filhote e impeça que ele tenha qualquer contato com outros cães ou suas fezes até que estejam imunizados. O contato direto entre os cães não é necessário para a disseminação da infecção, já que o vírus pode permanecer no solo durante até um ano. O simples fato de lamber o chão pode ser suficiente para infectar seu cachorro.

Se você suspeita que seu cão tenha contraído parvovirose, aja rapidamente. Quanto mais cedo o veterinário tratar a doença, menos permanente será o dano causado ao seu filhote.