POLÍTICA DE COOKIES

Usamos os cookies (proprietários e de terceiros) para ajudar você a navegar em nosso website e colher informações relacionadas ao uso do próprio website. Ao acessar nossas páginas, você concorda com o uso dos cookies. Para mais informações sobre cookies, ou se não concorda com isso, consulte nossa Política de Cookies.

Primeiros socorros para seu cachorro

Primeiros socorros para seu cachorro

Assim como manter o número de telefone do seu veterinário sempre à mão, é muito importante que você saiba como dar os primeiros socorros ao seu cachorro.


Estômago inchado

• Se o abdôme do seu cão parecer inchado e cheio de gases, ligue para seu veterinário imediatamente para uma avaliação.


Asfixia

• Tente abrir a boca do seu cachorro, e caso haja algo preso à garganta, tente remover cuidadosamente;
• Verifique se há algo preso no céu da boca;
• Caso você tenha retirado algum objeto da boca do seu cachorro, leve-o ao veterinário para garantir que não haja nenhum ferimento mais sério.


Convulsão

• Mantenha as vias aéreas do seu cão livres, alongando o pescoço e segurando a língua para fora da boca.
• Peça ajuda ao veterinário imediatamente.


Cortes na pata

• Envolva a pata ferida em gaze ou pano limpo.
• Nunca use um elástico ou torniquete em torno do membro.
• Leve-o rapidamente ao veterinário.


Diarreia

• Ofereça ao seu cão pequenas quantidades de água com uma pitada de açúcar ou um caldo leve de legumes.
• Não ofereça ração ao seu cachorro.
• Mantenha-o aquecido e contate o veterinário.
• Se as fezes do seu animal apresentarem sangue, leve-o ao veterinário imediatamente.


Dor de ouvido

• Não tente remover quaisquer objetos estranhos na orelha do seu cão.
• Procure o veterinário para avaliar alguma possível infecção.


Lesão ocular

• Não deixe o seu cão esfregar o olho afetado.
• Tente lavar os olhos com água limpa e morna para remover qualquer fragmento que possa estar causando o problema.
• Caso seja uma lesão mais grave, cubra os olhos do seu cão com uma gaze úmida ou um lenço.
• Ligue para seu veterinário ou leve-o imediatamente à clínica.


Desmaios ou ataques

• Remova a coleira do seu cão e mantenha-o num lugar seguro, longe de qualquer perigo, tal como escadas, varandas ou piscinas.
• Mantenha as vias aéreas do seu cão livres, alongando o seu pescoço e segurando a língua para fora da boca.
• Mantenha o ambiente escuro e silencioso e evite ruídos repentinos como campainhas e portas batendo.
• Anote os horários exatos dos episódios: início e fim do desmaio.
• Ligue para seu veterinário o mais rapidamente possível.


Intoxicação

• Leve-o ao veterinário imediatamente.
• Caso você tenha a amostra do agente tóxico ou a embalagem, leve para que o veterinário veja.


Acidente de trânsito

• Mantenha seu cão o mais imóvel e confortável possível.
• Amarre-o, se necessário, para evitar mais danos.
• Coloque pressão sobre quaisquer ferimentos evidentes, utilizando uma atadura ou pano limpo.
• Leve-o ao veterinário o mais rapidamente possível.


Ferroada ou picada de cobra

• No caso de uma picada de vespa, mantenha o seu cão fresco e evite que ele se exercite.
• Se a área picada ficar inchada por mais de uma hora ou se a respiração do seu cão ficar difícil, leve-o ao veterinário.
• Na picada de abelha, tente remover o ferrão, sem apertar. Caso não consiga, leve-o ao veterinário.
• Para picadas de cobra, mantenha seu cão o mais imóvel possível e leve-o imediatamente ao veterinário.


Vômitos

• Caso aconteçam vômitos persistentes, observe e anote o que seu cão vomita.
• Se possível, recolha uma amostra e leve para o veterinário para examinar.
• Não alimente seu animal até receber as orientações do veterinário.