Primeiros socorros para seu cachorro

Primeiros socorros para seu cachorro

Assim como manter o número de telefone do seu veterinário sempre à mão, é muito importante que você saiba como dar os primeiros socorros ao seu cachorro.


Estômago inchado

• Se o abdôme do seu cão parecer inchado e cheio de gases, ligue para seu veterinário imediatamente para uma avaliação.


Asfixia

• Tente abrir a boca do seu cachorro, e caso haja algo preso à garganta, tente remover cuidadosamente;
• Verifique se há algo preso no céu da boca;
• Caso você tenha retirado algum objeto da boca do seu cachorro, leve-o ao veterinário para garantir que não haja nenhum ferimento mais sério.


Convulsão

• Mantenha as vias aéreas do seu cão livres, alongando o pescoço e segurando a língua para fora da boca.
• Peça ajuda ao veterinário imediatamente.


Cortes na pata

• Envolva a pata ferida em gaze ou pano limpo.
• Nunca use um elástico ou torniquete em torno do membro.
• Leve-o rapidamente ao veterinário.


Diarreia

• Ofereça ao seu cão pequenas quantidades de água com uma pitada de açúcar ou um caldo leve de legumes.
• Não ofereça ração ao seu cachorro.
• Mantenha-o aquecido e contate o veterinário.
• Se as fezes do seu animal apresentarem sangue, leve-o ao veterinário imediatamente.


Dor de ouvido

• Não tente remover quaisquer objetos estranhos na orelha do seu cão.
• Procure o veterinário para avaliar alguma possível infecção.


Lesão ocular

• Não deixe o seu cão esfregar o olho afetado.
• Tente lavar os olhos com água limpa e morna para remover qualquer fragmento que possa estar causando o problema.
• Caso seja uma lesão mais grave, cubra os olhos do seu cão com uma gaze úmida ou um lenço.
• Ligue para seu veterinário ou leve-o imediatamente à clínica.


Desmaios ou ataques

• Remova a coleira do seu cão e mantenha-o num lugar seguro, longe de qualquer perigo, tal como escadas, varandas ou piscinas.
• Mantenha as vias aéreas do seu cão livres, alongando o seu pescoço e segurando a língua para fora da boca.
• Mantenha o ambiente escuro e silencioso e evite ruídos repentinos como campainhas e portas batendo.
• Anote os horários exatos dos episódios: início e fim do desmaio.
• Ligue para seu veterinário o mais rapidamente possível.


Intoxicação

• Leve-o ao veterinário imediatamente.
• Caso você tenha a amostra do agente tóxico ou a embalagem, leve para que o veterinário veja.


Acidente de trânsito

• Mantenha seu cão o mais imóvel e confortável possível.
• Amarre-o, se necessário, para evitar mais danos.
• Coloque pressão sobre quaisquer ferimentos evidentes, utilizando uma atadura ou pano limpo.
• Leve-o ao veterinário o mais rapidamente possível.


Ferroada ou picada de cobra

• No caso de uma picada de vespa, mantenha o seu cão fresco e evite que ele se exercite.
• Se a área picada ficar inchada por mais de uma hora ou se a respiração do seu cão ficar difícil, leve-o ao veterinário.
• Na picada de abelha, tente remover o ferrão, sem apertar. Caso não consiga, leve-o ao veterinário.
• Para picadas de cobra, mantenha seu cão o mais imóvel possível e leve-o imediatamente ao veterinário.


Vômitos

• Caso aconteçam vômitos persistentes, observe e anote o que seu cão vomita.
• Se possível, recolha uma amostra e leve para o veterinário para examinar.
• Não alimente seu animal até receber as orientações do veterinário.